Os jovens famosos agora são os gestores dos seus negócios!

Saudações amigos!

Já passamos da metade do ano e vocês estão conseguindo trabalhar focados na realização dos seus sonhos?

Hoje, vamos falar sobre independência.

Com essa grande onda do empreendedorismo que estamos vivendo, onde cada vez mais estamos “todos” buscando a independência profissional, os famosos que sempre foram dependentes de gravadoras e empresários estão cortando os laços com os “atravessadores”, para  tornarem-se  administradores de sua carreira, que é o seu negócio principal.

Os artistas mais antigos como Ivete Sangalo, Chitãozinho e Xororó, Zeze de Camargo e Luciano, Caetano Veloso, Roberto Carlos entre outros, já fazem isso. E seguindo carona nesses artistas empreendedores, temos aqui alguns nomes da nova geração:

 Luan Santana

“Me preocupo muito. Sou ligado 24h em tudo da minha carreira. Na estrada e escritório. Agora, tenho acompanhado mais de perto. Na verdade, desde o ano passado, chamei “no peito” a administração da minha carreira. É Luan por Luan. Passei a ter contato mais próximo com os meus funcionários, com cada setor do escritório, saber como funciona os setores e acompanhei de perto todos os passos do “produto” Luan Santana. Pesquisa, fã clube, área comercial, investimento, estrada, produção, planejamento… Hoje, sou artista no palco e também quero saber o que acontece antes e fora dele”.

Paula Fernandes

“Já estou com muita responsabilidade ao cuidar da carreira de ‘Paula Fernandes’, falando como empreendedora. Mas o sonho de todo mundo é ter a sua própria empresa e esse era meu também”.

No momento, a Jeito de Mato cuida somente de Paula, mas, de acordo com a cantora, outros músicos farão parte da agência. ”Pode acontecer de eu ‘amadrinhar’ alguém. Vai ser um privilégio ajudar o outro ou apadrinhar alguém. Na estrada, consigo encontrar essas pessoas, mas o que deve ser feito é compreendê-las para dar certo”.

Anitta

Dispensou a sua empresária e a empresa que cuidava do seu trabalho e abriu, também no Rio, um escritório próprio para cuidar de sua carreira – a Rodamoinho Produções Artísticas. A empresa será responsável pela venda de shows, campanhas publicitárias e outros assuntos relacionados à sua imagem.

 

Lá fora, Beyoncé, em 2008, abriu a Parkwood Entertainment e encerrou todas as atividades com a Music World, do seu pai, Mathew Knowles, responsável pela gestão da sua carreira desde a década de 90 com a girlband Destiny’s Child. O novo escritório da esposa do Jay Z conta com o apoio da Columbia Records e da Live Nation, responsável pelas vendas dos shows da turnê “Mrs. Carter Show”.

Lady Gaga também afastou empresários e investidores e a “Haus Of GaGa” – empresa criativa da cantora – passou a administrar toda a sua carreira. Contrata pela Interscope Records em 2008, graças ao selo Cherrytree Records, Gaga mudou completamente a sua equipe e acordos empresariais ao longo dos dois últimos anos. Seu empresário, Troy Carter, não suportou as mudanças impostas pela artista e abandonou a gestão pouco antes do lançamento do álbum “ARTPOP” no ano passado. Recentemente, Gaga mostrou no clipe “G.U.Y” seu “sofrimento” com o impacto da política do mercado fonográfico em seu processo criativo artístico


Esta entrada foi publicada em EMPREENDEDORES. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.